sexta-feira, 23 de janeiro de 2015

Polícia investiga morte de "Thiaguinho"

Thiaguinho era velho conhecido dos registros policiais
Dois suspeitos foram encaminhados para prestar informações sobre o crime de homicídio ocorrido no início da manhã de hoje >>> Segundo detalhes repassados pelo Serviço Reservado da Polícia Militar, o assassinato ocorreu no início da manhã desta sexta-feira (23) em uma residência localizada na sub-esquina da 8ª Travessa com a 8ª Rua, bairro da Liberdade, às proximidades da escola Dom Pedro I. A vítima foi o jovem Thiago Batista, conhecido por “Thiaguinho”, velho conhecido dos registros policiais, com incontáveis passagens pela polícia, sob acusação de furto, roubo, assalto e outros delitos.
Sem defesa, vítima foi esfaqueada enquanto dormia
O crime foi cometido de forma misteriosa, mas a polícia já tem alguns indícios que podem encaminhar para a autoria. Dentre esses indícios, se destaca a informação de que, na madrugada desta sexta-feira, foram cometidos vários assaltos e há suspeita de que Thiaguinho e seus costumeiros comparsas. Inclusive, o assassinato ocorreu exatamente na casa de propriedade do padrasto de “Iguinho”, um adolescente de 16 anos que também é velho conhecido da polícia.
Saci é apontado como suspeito do crime
Na residência estavam “Iguinho”, “Bruninho” e “Saci”, um trio que costuma agir na calada da noite e pelas madrugadas, abordando as vítimas e tomando celulares e outros valores. “Iguinho” informou aos policiais que todos dormiam e, quando foi por volta das 07h, ele saiu para comprar pão. “Thiaguinho” dormia no quarto dos fundos. “Quando o ‘Iguinho’ retornou, o ‘Thiaguinho’ já estava esfaqueado e agonizando”, relatou um policial do Serviço Reservado.

Em respeito a esses detalhes, a polícia fez a detenção de “Iguinho” e, em seguida, de “Saci”, que teria sido visto, na noite anterior, no bairro do Bom Jardim, portando uma faca tipo peixeira, exatamente o tipo de instrumento utilizado para tirar a vida de “Thiaguinho”, que morreu em conseqüência de acirrada hemorragia provocada por duas perfurações na região do pescoço.


“Iguinho” e “Saci” foram encaminhados para a Seccional de Polícia, onde foi instaurado inquérito para apurar as circunstancias do homicídio, que, na opinião da delegada Suelen Reis, que preside o inquérito, está praticamente solucionado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário